Livros

Livro 4 – Una Tienda en París

Una tienda en Paris

Editora: Planeta – MR Ediciones

Autor: Màxim Huerta

Tinha a idéia de um romance delicado e de rápida leitura e me surpreendi. Sim, é um romance, mas com um tom espiritual. De alguma forma o autor põe o destino a dar voltas e significados para as coisas que se passam na vida de Teresa.

É como muitas vezes em minha vida, que sinto que a mão do destino me leva para rumos ou lugares não imaginados, mas que com o tempo, ao olhar o passado, vejo que tudo se encaixa e se justifica.

Termino o livro sem saber se de verdade parte desta história é real, se Alice e Teresa viveram. Mas sinto que em mim, vive uma história que se justifica como neste romance.

Tenho que fazer um aparte, minha edição, de capa dura, não tem mais a sobrecapa e parte da capa, meu cachorro Rufus, criou uma aficção por este livro que sempre que podia comia um pedaço dele. Mas o guardo, pois foi um livro delicado e que me surpreendeu positivamente.

Anúncios
Padrão
Livros

Livro 3 – Tea Rooms Mujeres obreras

Tea Rooms Mujeres obreras

Editora: Hoja de Lata

Autora: Luisa Carnés

A autora, Luisa Carnés, madrilenha nascida em 1905, viveu uma época em que as mulheres tinham muito a que conquistar, de uma família pobre, cedo começa a trabalhar enquanto escreve e vê seus textos sendo publicados. Na década de 30, quando vai trabalhar em um salão de chá ela vive parte da experiência que relata neste livro, publicado a primeira vez em 1934 e aclamado pela crítica.

Matilde, a personagem central, vive uma vida muito dura, com o pouco dinheiro recebido do trabalho como camareira, ela precisa ajudar em casa a mãe e aos irmãos. Vê muitas coisas passarem e nos conta sua visão de luta por uma vida digna.

Conheci este livro em alguma matéria de jornal, e ao ler que era o relato de uma camareira tive a curiosidade de comprar pois, como estava trabalhando como camareira, imaginei que pudesse ter idéias para iniciar meus escritos. O livro vai além da simples rotina de uma camareira, e fala das dificuldades da vida na década de 30, quando as mulheres ainda não tinham muito espaço e havia uma crise economica e trabalhista muito forte. Um livro delicado, com informações da vida de uma época que não vivi e que mostra a força das mulheres. Só podia ser escrito por uma mulher com uma história tão rica. A edição que tenho conta a vida de Luisa Carnés.

Padrão
Livros

Livro 2 – La analfabeta que era un genio de los números

La analfabeta que era un genio de los númerosEditora: Salamandra

Coleção: Letras de Bolsillo

Autor: Jonas Jonasson

Este livro foi uma escolha do meu filho, de 11 anos, ele viu a capa com uma menina negra e um título no mínimo curioso e . A proposta inicial era que ele lesse o livro, mas passado algumas páginas a leitura estava complexa para sua idade e ele acabou deixando o livro, porém eu já estava fisgada pela escrita de Jonas Jonasson.

Uma coisa que normalmente me encanta nos livros é a capacidade criativa dos autores e, neste livro foi assim, totalmente surpreendida pela história surrealista de Nombeko fui fisgada e li este livro em não mais que 3 dias. Quando terminei tinha tamanha curiosidade por saber mais do autor que fui pesquisar.

Jonasson é jornalista, trabalhou em importantes meios de comunicação da Suécia até que em 1996 montou uma empresa de comunicação e com sua dedicação a empresa alcançou sucesso e prestígio, porém Jonasson percebeu que o custo era sua vida em família e vendeu a empresa por muitos milhões. Com esse dinheiro decidiu comprar uma ilha e se dedicar a escrita. Seu primeiro livro, um Super Sucesso em Vendas, já lhe deu mais prestígio do que imaginava, “El abuelo que saltó por la ventana y se largó”. Ainda não li, mas pelo que já percebi, seus livros tem esse tom surrealista mesclado com contrastes com a realidade e um humor inteligente. Conhecer este autor e este primeiro livro foi uma grata surpresa! Espero em breve ler os outros llivros dele.

Padrão
Livros

Livro 1 – Mujercitas

650_H401304.jpg

A edição que tenho é preciosa, daquelas para guardar com todo o carinho para que um dia você possa ler para suas netas.

Este livro é um clássico, quando comprei no El Corte Inglês, escolhi pela capa e pela edição, confesso que na hora não me recordava deste livro. Este livro já foi reproduzido em filme, lembro de ver com minha mãe na sessão da tarde, quando criança.

O livro conta a história de uma mãe com suas quatro filhas, vivendo as dificuldades da vida de pessoas pobres e em época de guerra, enquanto o pai está no campo de batalha, as quatro irmãs vivem as travessuras e rebeldias de suas idades, os descobrimentos, a enfermidade e a chegada do amor.

A história de Louisa May Alcott é de uma delicadeza ímpar. A força de cada uma das personagens e mostrada com a doçura da Meg, a timidez de Beth, a inteligência e energia de Jo e a rebeldia da pequena Amy. Elas vivem numa época de poucas provisões, guerra, e um mundo muito diferente do que conhecemos hoje com tanta tecnologia e vivem com uma simplicidade e alegria que fazem falta a todas as pessoas deste mundo moderno. Ao ler este livro me deparo com a impressão de que a modernidade e a tecnologia ajudam em muitos pontos, mas nossos relacionamentos mudaram muito e perdemos mais que ganhamos. Hoje não vejo mais essa dellicadeza, não vejo a simplicidade que busco e que neste livro encontrei. Simplicidade de pensamentos, de brincadeiras, de amizades e amores, relações simples e verdadeiras.

Um livro pra guardar e quando a amargura apertar ao peito, ler. Eu quero essa relação, esse amor para minha família.

Padrão
Livros

Amo ler

Quem me conhece sabe o quanto amo um livro, preferencialmente os físicos. Tocar, folhear e cheirar o livro é uma coisa que me acalma. Me solte em uma livraria e me deixe ali, olhando capas, lendo páginas, folheando para ver a diagramação… posso ficar horas totalmente absorta em cada pedacinho de cada livro.

Este ano, até agora eu li um bocado, estamos em meados de fevereiro e já li alguns livros, que vou publicar resenhas aqui para que você possa conhecer um pouco do que li e, quem sabe se animar a ler.

Apartir de agora não terei tanto tempo para ler, com a mudança de trabalho tenho muitas horas fora de casa. Mas com a meta de organização e destralhamento, para minimizar as minhas coisas e ter mais tempo para me dedicar ao que realmente me importa, terei como me dedicar a leitura em alguns momentos da minha semana.

Pois bem… os deixo, para fazer as resenhas.

Padrão
Sem categoria

2º Livro lido em espanhol

livro_la-hija-de-cayetana

Autora: Carmen Posadas

Editora: Espasa Libros

Tenho interesse por histórias reais, e esta me seduziu por contar a história de uma Duquesa da Corte Espanhola que adotou uma menina negra. Isso não seria nada de outro mundo se estivéssemos falando dos anos atuais, que aqui na Espanha ainda se vive uma monarquia, porém com conceitos mais atuais.

Não, no livro a Duquesa de Alba, Cayetana, viveu em 1788, quando os negros eram mal vistos e escravos. O livro conta as histórias de fofocas e brigas por poder e sexo, mas também fala de amor e proteção.

Eu, sinceramente, pelo título, esperava que falasse mais da história da adoção, da relação familiar construída e das dificuldades desta relação naqueles tempos, porém, boa parte do livro fala das intrigas, invejas e cobiças, tudo isso enquanto segue as vidas das mães, a biológica e a adotiva.

Ao final, as mães se encontram, e o livro termina com a filha de Cayetana adulta contando o final das mulheres de sua vida.

A narrativa é boa e me prendeu, mesmo com palavras mais difíceis e um vocabulário de época, o que me levou a gastar mais tempo para a compreensão, eu fiquei bem presa a história e não deixei o meu pesado exemplar de lado, nem um dia.

Ah, meu exemplar é pesado porque é de capa dura. Uma edição muito elegante.

Padrão
Sem categoria

1º Livro lido em espanhol

livro_la-mensajera-de-los-suenos-imposibles

Autora: Nieves Garcia Bautista

Editora: Suma de Letras

Comprei este livro pela capa e pela ideologia de sonhos impossíveis, que todos idealizamos. Lógico que, como estava há 1 mês aqui na Espanha, quando comprei, tinha o sonho de ter um bálsamo para o momento delicado que estávamos vivendo.

O livro é uma novela tranquila, conta a história de uma francesa (Marie) que resolve se mudar para Madrid. Em Madrid ela trabalha como entregadora de documentos e cartas, por isso o título de “mensajera de sueños”. Para cada entrega ela idealiza uma história e assim segue seus dias, fazendo laços com a nova Cidade.

Nesses laços ela se envolve com um vizinho intragável e começa a ler para ele as cartas que este recebia, seus encontros se tornam frequentes e ela passa a ser a única pessoa que ele recebe de bom grado. A todos os demais, inclusive a sua empregada, ele trata com desprezo. É neste momento que a história de Marie se mistura com a dos outros personagens e a novela segue por um caminho inesperado.

Fiquei curiosa com o fim do livro e por isso devorei suas páginas, porém não senti a paixão arrebatadora que o título me levou a acreditar que poderia encontrar. Mesmo assim, eu recomendo, a autora foi bem criativa.

 

Padrão