BEDA#24 – minha vida minimalista

No minimalismo preservamos a qualidade e a real necessidade do que consumimos. Compreendemos o processo de produção do que compramos, ou seja, toda a cadeia que envolve a confecção dos bens que compramos (desde a plantação, extração ou produção, com etapas de logística e distribuição, consumo de energia, combustível, impostos e salários pagos ou não corretamente) e valoramos o tempo investido para ganhar dinheiro e aplicar em coisas que não são de elevada importância para nós. Sim, temos que nos conhecer e saber o que queremos e valoramos para viver o minimalismo sem sofrimento. Para mim, a grande ideia do … Continuar lendo BEDA#24 – minha vida minimalista

BEDA#15 – minha luta minimalista e organizacional

Vivendo com 2 homens e um cachorro de 1 ano, tendo muito pouco tempo em casa, sendo muito organizada, ao contrário dos outros habitantes da casa, hoje não resisti e dei um ataque de louca-histérica. A quantidade de coisa que tinha por fazer na casa era imensa e os dois homens estavam de brincadeira pela casa com o cachorro ou com o computador. Resultado? Uma bronca bem dada para cada um dos três. A bronca não soluciona os problemas do apartamento, mas, me ajuda a colocar um pouco de ordem e fazer os dois olharem para o lado e não … Continuar lendo BEDA#15 – minha luta minimalista e organizacional

BEDA#12 – aprender a ver

Você já reparou que muitas vezes o dia passa e nem vemos o que nos acontece? Por isso busco sempre estar atenta, observar muito, ver e ouvir com cuidado nas entrelinhas. Eu acredito em destino, acredito em sinais, em mensagens do Universo em pequenos gestos de pessoas desconhecidas. A vida corrida, muitas vezes, me levou para longe do que acredito, e também acredito que me ligar ao minimalismo seja uma forma de retornar às minhas crenças, enfim ser quem sou. Saber quem sou, me auto-avaliar, saber que crenças tenho, as que me limitam e as que não, o que quero … Continuar lendo BEDA#12 – aprender a ver

BEDA#9 – minimalismo no susto

Como contei no post anterior, retornei ao minimalismo no susto, quando meu marido disse que teríamos pouco tempo para fechar toda nossas vidas no Brasil e mudar para a Espanha. Eu tinha alternativa de não aceitar a mudança, mas ele estava decidido e eu, no fundo gostava da idéia de conhecer um pouco do mundo e fazer uma vida num País novo, dando mais oportunidades para meu filho. Tinha medo, claro que tinha, mas quanto mais medo tenho, mais entro de cabeça, sou assim e não consegui mudar isso até hoje. Tem seu lado positivo, mas também tem o ponto … Continuar lendo BEDA#9 – minimalismo no susto

BEDA#8 – quando voltei para o minimalismo.

Passada toda a turbulência do acidente fatal do meu Pai, segui vida e esqueci meus planos de fazer uma vida com conceitos minimalistas. Comecei comprando coisas para fazer a obra do apartamento, a idéia é que a obra fosse pequenina, mas acabou sendo completa por todo apartamento. Depois, decidi trocar de carro, Depois resolvi comprar umas roupas… e assim foi até que um dia, meu marido chegou em casa com uma decisão tomada. Vamos nos mudar do Brasil, você tem duas escolhas, ou vai, ou vai. Opa??? Como assim??? Sim, ele fez exatamente isso, decidiu mudar do Brasil para a … Continuar lendo BEDA#8 – quando voltei para o minimalismo.

BEDA#7 – homenagem ao meu pai.

No BEDA#6 eu contei para vocês quando deixei o minimalismo, logo após a morte do meu pai em 2013. Nossa relação foi muito difícil, eu tinha 3 anos quando ele e minha mãe se separaram e não conseguimos criar a conexão entre pai e filha. Com a morte do meu pai, causada por um trágico acidente, a nossa aproximação nestes últimos dias de sua vida, e depois, com o fechamento do seu apartamento, revivi muitos dramas e perdi o foco no minimalismo. Neste post quero fazer uma homenagem ao homem que foi meu pai, o pai que eu sempre quis … Continuar lendo BEDA#7 – homenagem ao meu pai.

BEDA#6 – quando abandonei o minimalismo.

Como vimos no BEDA#5, o minimalismo surgiu na minha vida como uma tendência e um desejo de fazer parte de um grupo com o qual eu me identificasse. Na parte referente a empresa, ao meu trabalho, foi muito mais fácil do que se fazia a parte pessoal. Acho que o motivo é bem claro, no trabalho eu já fazia parte de um grupo. Mesmo que estando dia-a-dia sozinha, isso não era um problema, uma vez que eu tinha grandes corporações por trás me dando apoio e respaldo. E o lado pessoal? Quem me conhece sabe, pareço tranquila, mas a cabeça … Continuar lendo BEDA#6 – quando abandonei o minimalismo.

BEDA#5 – Como começou o minimalismo em minha vida.

Hoje quero contar para vocês um pouco, sobre o minimalismo na minha vida. Não sei já falei como tudo começou. Era um simples desejo de simplificar, ter mais espaço e tempo para minha família e para mim. Limpar minha casa não era uma tarefa simples, tinha tantos livros, Cd’s, Dvd’s, objetos de decoração, amostras de material de trabalho e roupas que não conseguia deixar tudo arrumado num final de semana e logo vinha segunda e estava cansada, com vontade de ficar na cama, porque pouco tinha curtido o meu final de semana. Nessa época eu achava que o minimalismo era … Continuar lendo BEDA#5 – Como começou o minimalismo em minha vida.

Minimalismo

Fazem 1 ano e 5 meses que cheguei na Espanha e um dos meus objetivos era ter menos coisas em casa, uma vida mais fácil de levar e organizar. Mas hoje olho para meu lado e vejo que minha mesa está repleta de papeis, livros, cadernos, cadernetas, canetas e mais tralha que não consigo nomear. Penso no resto da casa, e sinto que segue esta mesma desordem. Não culpo, tampouco justifico, minhas ações e inatividades, mas entendo que meu objetivo inicial, não foi alcançado pois não controlei a entrada em casa e, mais que isso, não vigiei minhas emoções. Sim, … Continuar lendo Minimalismo