Um amor impossível – capítulo I

I. Caiu a terra e o mar mundo invertido, humanos cegos.   Cansei de ser quem não sou. Gritei, gritei, gritei. Mundo invertido, humanos mortos.   Voei, voei por onde não me permitiam. Tenho céus, mar e terra a meus pés. Humanos mortos, sobrou eu e você.   Te deito sobre a erva úmida. Tiro sua roupa, te vejo nua. Nua, só para mim. Te beijo, te cheiro, te mordo. Gritamos molhadas. Abraçada rolamos. Nos queremos, te quero mais, mais minha.   Sua pele suave, seu pelo na minha cara, seu braço, sua mão em mim. Estremeço. Te desejo entre … Continuar lendo Um amor impossível – capítulo I