Cartas #2

OI Pai, tudo bem? Sei que onde você está não é possível ler esta carta, mas acho que você pode sentir-la, não? Eu acredito que sim. Esta semana conversei com J, meu chefe, sobre a noite que você se foi, mas antes foi me visitar em casa. Lembro bem, eram 4 da manhã, senti sua mão na minha barriga, o peso do seu corpo sentando na cama ao meu lado, coisa que você nunca tinha feito em vida. E ali você conversou comigo e se despediu. Nesse mesmo dia, as 9 horas da manhã, recebi a chamada do hospital, você … Continuar lendo Cartas #2

Cartas #1

Oi Glória, Minha querida amiga, que saudade. Como sinto falta de você por perto de mim, para sentarmos, conversarmos e fumarmos um cigarro. Passávamos algumas tardes juntas, o que me ajudava muito, a refrescar a cabeça. E que aconteceu com nossas vidas? Desde de 2012 as coisas saíram do trilho e não conseguimos mais segurar o trem. Esta é a sensação que tenho. Você foi quem primeiro se mudou de Laranjeiras para a Tijuca e, logo depois eu, de Laranjeiras para Jacarepaguá. A vida parecia mais simples, parecia que se estruturava, mas logo voltou a ficar complicada e você se … Continuar lendo Cartas #1