Em paz com o TODO.

Hoje é uma quinta-feira, deveria estar trabalhando na rua, visitando clinicas dentais, mas como tinha um curso de Safti, a empresa imobiliária, vim para a biblioteca para usar a internet e poder fazer o curso. Um fiasco, a internet daqui não vai bem. Pode ser pela zona, ou pela quantidade de pessoas que tem aqui, usando a rede.

De qualquer forma é um lugar muito gostoso para estar, para ficar comigo mesma, entre meus pensamentos, tarefas com o computador e com meu caderno de anotações. Esta biblioteca tem um espaço bem reduzido, é a menor de todas as que vi aqui em Santiago de Compostela. Está na terceira planta do edifício do centro cultural de Fontiñas, um bairro perto do que vivo. Mesmo sendo a menor e mais antiga, me agrada muito, tem cheiro de livro antigo, que me encanta!! Como Covid19 os lugares para uso são limitados e não podemos tocar em nada mais do que o espaço destinado a trabalho e previamente reservado. Como estou com o computador, estou numa mesa junto a janela e que aceso a tomada. A vista da janela é para uma das principais ruas do bairro, que tem pouco movimento por causa das obras que estão fazendo na principal. Falando assim pensamos numa rua com muitas pessoas andando e trafego de carros, engano. é uma zona arborizada, com canteiros e jardins. Entre as duas pistas de carros tem um lindo canteiro com árvores e setos tradicionais da decoração desta zona, ainda não aprendi a reconhecer as árvores, me fascina a quantidade de tons que o verde pode dar, que mesclados com o céu azul e o dia ensolarado triplicam em luz e sombras. Uma paisagem realmente bonita.

Há cinco anos atrás eu jamais imaginaria que hoje estaria aqui, nesta Cidade e neste País. Como disse em minha última postagem, a vida é uma loucura, e nos meus últimos 9 anos fiz tantas coisas que a vida precisou me dar uma parada considerável para poder recuperar o caminho e o fôlego. Quando a vida me parou reclamei, não entendi o que era a doença, a falta de trabalho, a falta de animo por viver, mas hoje reconheço que tudo foi providencialmente feito pelo TODO, pelo Universo ou por Deus, como você queira chamar. Não quero catequizar ninguém, fico feliz com a sua leitura, fico encantada com qualquer comentário que queira me deixar e fico maravilhada se minha experiência te ajuda em algo. O que quero dizer com tudo isso? A vida é bela demais para jogarmos fora com besteiras, com tristezas, com preocupações. Não pense que não tenho problemas, sim tenho, hoje é dia 10 e tenho apenas 9 euros na conta, não tenho mais nenhuma entrada este mês, meu marido ainda não recebeu seu salario e dia 15 acaba o contrato dele, que não será renovado porque é um contrato temporal de verão. Não sei se teremos dinheiro no mês que vem, não sei como faremos para pagar as contas, estou na corda bamba, perigando de perder o meu carro por falta de pagamento e, para quem sabe no que trabalho, dependo cem por cento do meu carro. Sim, tenho trabalho, mas não tenho salário, sou comercial e ganho se vendo e nem todos os dias posso sair para trabalhar porque nem todos os dias do mês tenho dinheiro para combustível. Mas eu tenho fé e acredito na vida, tenho minha cabeça totalmente tranquila de que tenho bons valores e faço o correto, e por isso sei que a vida me devolverá tudo em dobro, é a lei de causa e efeito. Não existe coincidência, não existe acaso, tudo funciona conforme nossas ações, uma folha da árvore não cai sem que algo tenha acontecido antes, como a mudança natural das estações e um vento, ou a idade da árvore ou qualquer outra pequena coisa que nos passe desapercebidas, a questão é que nossas vidas estão interligadas e tudo acontece como resposta a outro fato. Isso é incrível, pensar nisso me faz relacionar meus excessos passados com a minha pouca vitalidade ou com a minha pouca compreensão do que é o universo. A vida é incrível e não devemos desperdiçar, cuidado, não estou dizendo que devemos comer o mundo vorazmente, nada em exagero é adequado. Quando aprendi a buscar o equilíbrio em tudo o que faço foi quando me senti realmente completa e feliz. Trabalhar sim, mas longe das 14 ou 15 horas diárias que normalmente fazia. Ver algo de teve, por que não? Mas não precisa ser uma maratona de 5, 6 ou 10 horas na frente da televisão, como normalmente fazia. Comer sem exagero, dormir o que pede o corpo, colocar algo de rotina e me conhecer, tudo isso e algo mais foi o que precisei aprender para chegar a este nível que estou hoje. A verdade é que me sinto totalmente em paz comigo mesma, sei que não sou só este corpo, que sou muito mais que isso e que posso muito mais do que já fiz e conquistei. E, acima de tudo, sei que meus valores pessoais estão alinhados com o universo e isso me faz acreditar que vou receber dia a dia o que preciso para viver.

Muitas pessoas passaram por esse período de quarentena, onde não podíamos sair de casa, com muita raiva, tensão e desconforto. Não sei o que aconteceu, mas nesse período foi quando comecei a sentir todo o bem que posso ficar em qualquer situação. Acho que foi a conjunção planetária que aparece em minha carta astrológica deste ano, Júpiter, Marte, Plutão e Saturno trabalharam em mim um conhecimento especial do que é a vida, abriram meus olhos para aprender o que me faltava… Não sei, pode ser isso. Ou, pode ser simplesmente, que era o momento do meu despertar. Verdade, seja dita, no meio de tantas coisas eu nunca me senti mais em paz do que me sinto agora. E eu sou grata ao Universo, ao TODO por isso. Obrigada!!!

A você meu leitor, um grande dia e um lindo final de semana. Desejo que busque seu equilibrio e se encontre, você pode ser o seu melhor porto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s