Publicado em BEDA, Reto de los 100 dias

BEDA #10 + Reto de los 100 días #10

as pessoas e suas mascaras

Naturalmente tenho o costume de dizer para meus meninos (marido e filho) que desculpas são justificativas para o fracasso. Sim, sei que sou muito exigente, isso piorou um bocado ao trabalhar com vendas, com tantos objetivos e metas tão duras. As empresas não te colocam metas fáceis, o fácil acomoda, o difícil te tira da zona de conforto. A questão é que há pessoas que suportam esta pressão por metas difíceis e outras que não suportam. Bom, meu objetivo aqui não é falar sobre as metas e as dificuldades de conquistar-las, nem falar da pressão e o que isso causa em nossas vidas. Usei toda essa explicação para dar mais entendimento para o que realmente quero comentar neste BEDA 10 e reto 10.

  • No primeiro dia do mês de agosto, no primeiro BEDA, disse que iria postar todos os dias para participar do BEDA de Agosto. Não cumpri.
  • No primeiro dia do mês, disse que por 100 dias seria positiva. Não cumpri, por muitos me senti muito triste e incluso percebi a depressão voltando a minha vida.
  • No primeiro dia do mês, disse que todos os dias faria algo que me deixaria feliz. Qualquer coisa simples, que me deixasse feliz. Não cumpri.
  • De tudo o que propus, só fiz uma coisa, não consumi refrigerantes (refrescos para os espanhóis).

Minha lista de coisas a fazer em agosto, ou por 100 dias, não era grande nem muito difícil. Mas não cumpri, por algum motivo essa lista foi pesada demais para mim, e não darei justificativas. Simplesmente não consegui cumprir, senti as dores e tristezas e não fui forte o suficiente para sair desses sentimentos. O que não farei é me culpar, já carrego muita culpa na minha vida e não quero mais uma, ao contrário, quero tirar todas as culpas das minhas costas.

Agora, sem cobrança, curtindo o momento, escreverei o que me vem a cabeça e ao coração, farei o que puder para que nos próximos dias eu poste. Se puder, ótimo. Se não tiver energia, primeiro cuidarei de mim. Por toda uma vida pensei primeiro nos outros e sempre me cobrei para fazer e fazer e fazer… por isso agora ando tão na linha da crise emocional.

Percebi que aqui na Espanha, mais que no Brasil, tentei fazer amigos, criar vínculos e me violei com isso, deixando de ser ou de acreditar em coisas que são importantes para mim. Acredito na energia que me circunda, que me movimenta. Acredito no Reiki, acredito na meditação, acredito na carta ao universo, acredito em fadas, papai noel, duendes e em todas estas fantasias. Isso é o que me faz assim, como sou. Por escolha, consciente, não me abandonarei mais, não seguirei os passos e crenças de outros. Aqui encontrei pessoas muito distintas, com valores e crenças diferentes e, para me adaptar, me misturar e criar amigos, passei meus limites e menosprezei quem sou. Me perdoo, não me culpo, mas tiro a máscara e assumo quem sou, como sou e vivo minha vida.

Anúncios

Autor:

Uma pessoa em constante movimento e crescimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s