O dono do tempo

Olho pela janela e vejo chuva, não pouca, mas muita.  “Moita choiva” em galego ou “mucha lluvia” em castelhano. A chuva e o frio entristecem as pessoas, podia ser o prenuncio de notícias tristes e não esperadas.Aqui chove há muitos dias, dias cinzas, pessoas molhadas e reservadas, casas fechadas e a solidão no ar, assim é o inverno na Galícia.

foto_cor_chuva_sar_140216

Tempo de chuva e de se fechar em casa, com a família, com os amigos. Tenho família, não tenho amigos, mas tenho livros e eles viraram meus grandes companheiros destes dias solitários.

Falar em tempo me faz lembrar que conheci uma pessoa que dizia que era dono do tempo. Uma de suas últimas palavras em vida, quando ainda estava sóbrio, minutos antes do acidente foi;

– Vamos viver, o tempo que me espere, eu sou dono dele.

Ele só não contava que ali, naquela curva, ele seria projetado ao ar e conheceria uma amiga que o levaria da vida. Ele foi dono do tempo, mas não o controlou para ter tempo de dizer;

– Eu te amo.

Não sei se ele escutou de alguém, não sei se estava lúcido quando eu falei.

Fazem 3 anos, e a dor da sua ausencia de 40anos é maior do que nunca. Dizem que você era muito especial, um grande amigo. Queria ter te conhecido, provavelmente eu te amaria mais ainda.

Espero que onde esteja possa me ver e ser meu anjo da guarda.

2015-01-23-00-11-20

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s